Em FOCO


Plenária do Polo Oeste define coordenação colegiada

postado em 28 de set de 2014 12:07 por Andre Martins   [ 3 de out de 2014 10:42 atualizado‎(s)‎ ]

https://plus.google.com/108078881326079216579/posts/UPN384G5P8r

No dia 02/09/2014, às 19 horas, foi realizado na E.M. Prof.ª Cecy Cardoso Porfírio, o IV Encontro da Rede Pública Municipal pelo Direito de Ensinar e de Aprender do setor Polo Oeste, com o tema: Lei 11.444 de 24/07/2013: em discussão a constituição e as atribuições da coordenação colegiada da REDE PÚBLICA MUNICIPAL PELO DIREITO DE ENSINAR E DE APRENDER. O evento foi idealizado e organizado pela Secretaria Municipal de Educação da cidade de Uberlândia, por meio do Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz – CEMEPE -  e das escolas municipais que compõem o Polo Oeste,

De acordo com a professora Eliane Santana Novais, que abriu o evento, ele representa a necessidade de elaboração e desenvolvimento de Projetos Políticos Educacionais que decorram da participação popular. Nesse contexto, segundo ela, a Rede Pública Municipal pelo Direito de Ensinar e de Aprender consiste em uma forma de atuação conjunta de instituições e pessoas capazes de agir em cooperação e de estabelecer relações pautadas pela autonomia, complementaridade, horizontalidade e pelo interesse comum de contribuir para garantir o direito aos alunos à educação pública, democrática, popular e qualificada socialmente. A mesa de solenidade foi formada pela representante da Secretaria Municipal de Educação, Vilma Guedes; a diretora da E.M. Prof.ª Cecy Cardoso Porfírio, Rosângela Barbosa de Alecrim Silva, o inspetor Paulo Sérgio Souza Silva, e a vice-diretora do Cemepe, professora Rosilene Aparecida da Silva que fez breve histórico da Rede, explicando a importância de mantê-la articulada com esforços da comunidade e parcerias das instituições que possam colaborar na tarefa de favorecer todas as condições para que haja uma educação de qualidade. Ela mencionou a importância da comunicação de todos no entorno da comunidade escolar para que se consiga construir a escola que a comunidade almeja. Lembrou que a Rede é formada por cinco polos com seus respectivos colaboradores, envolvendo todos bairros.

Na eleição da Coordenação Colegiada e da Secretaria Geral, a professora Eliane Novais chamou os interessados. Dez pessoas se apresentaram e falaram do seu interesse em participar e da disposição em colaborar neste processo de articulação de ações. Por aclamação, os dez foram eleitos, sendo eles: Adriele de Freitas Silva; Carlos Alberto Ramos Eurípedes; Cláudia Lima de Oliveira Vieira; Gláucia de Moura Pinheiro; Jemmerson Antônio de Souza; Leandra A. Faria Borges; Maria Alves Ferreira; Maria das Graças Muniz Santana; Mércia Coimbra de Castro; Wânia Maria de Oliveira Rocha. Ficou acordado que a primeira tarefa da Coordenação Colegiada é a elaboração do Regimento Interno da Rede do Polo Oeste em parceria com as coordenações dos demais polos. Marcou-se então, a primeira reunião da coordenação colegiada para o dia 02 de outubro, às 19h,  no Cemepe. E o próximo encontro no Polo Oeste, com a pauta Apresentação e Votação do Regimento Interno, será dia 07 de outubro, às 18h30min., na E.M. Prof. Gladsen Guerra de Rezende, Bairro Canaã.

Rede Pública Municipal pelo Direito de Ensinar e de Aprender realiza plenárias nos polos

postado em 28 de set de 2014 11:55 por Andre Martins   [ 2 de out de 2014 10:17 atualizado‎(s)‎ ]



Os cinco polos  que compõem a Rede pública pelo Direito de Ensinar e Aprender realizaram em setembro suas respectivas plenárias, definindo, assim, as coordenações colegiadas. A Rede consiste em uma forma de atuação conjunta de instituições que desenvolvem atividades relacionadas à educação, capazes de agir em cooperação e de estabelecer relações pautadas na autonomia, na complementaridade, na horizontalidade e no interesse comum de contribuir para a garantia do direito dos/as alunos/as à educação pública, gratuita, laica, democrática, popular e qualificada socialmente. As plenárias tiveram por objetivo principal definir entre  os participantes, a coordenação colegiada de cada polo para estruturar as futuras ações conjuntas.

 


1-2 of 2