Acessibilidade na Web

postado em 1 de out de 2014 13:14 por Andre Martins   [ 4 de out de 2014 06:40 atualizado‎(s)‎ ]
Cleber Ferreira Oliveira (1)

Atualmente as questões de acessibilidade estão sendo muito discutidas. Isso se deve ao fato de o Brasil ser sede dos jogos paraolímpicos de 2016. Mas a acessibilidade na Web, já vem sendo discutida desde 1999 pelo W3C.


As prioridades I, II e III são algumas recomendações para facilitar a tarefa do programador web ao criar o código fonte. A prioridade I, em resumo, diz respeito a colocar títulos e nomes em imagens e tabelas presentes no site. A prioridade II está relacionada com a organização e distribuição das informações, evitando grandes blocos de informações; evitar também o uso de tabelas; colocar rótulos nos formulários para facilitar a interpretação pelos leitores de páginas. Já a prioridade III, está relacionada a cuidados associados a links; habilitar o uso de atalhos via teclado para acesso aos links; evitar o uso de abreviaturas sempre que possível; não usar imagens como informação ao usuário; fornecer barras de navegação; identificar no código html o idioma principal do site; etc. Esse trabalho vai discutir como alguns grandes portais no Brasil estão em relação à questão de acessibilidade para os portadores de necessidades especiais.


Para isso vamos usar uma ferramenta gratuita disponível na internet chamada Hera. Na verdade, Hera é um site que faz uma avaliação automática de como os sites estão de acordo com as recomendações das Diretrizes de Acessibilidade para o Conteúdo Web 1.0 (WCAG 1.0).


O site Hera proporciona informações sobre os elementos que precisam ser revistos na página web que está sendo avaliada, passa instruções de como realizar esse controle de acessibilidade e ainda fornece duas visões: uma gráfica e outra do código Html.


A metodologia de avaliação consiste em acessar o portal do Hera através do endereço: http://www.sidar.org/hera  e digitar a url do site que deseja avaliar (ver a figura 01).



Após digitar o endereço http://www.americanas.com.br/ o site retorna um resumo das questões de acessibilidade de acordo com as prioridades I, II e III. Analisando o resumo gerado pelo site (ver a figura 2), podemos perceber que existem 13 erros e que 37 pontos precisam ser revistos. Analisando os 10 pontos da prioridade I, percebemos que no site “americanas.com” tem muita informação transmitida por cores; uso exagerado de animações em flash sem uma descrição sonora; uso de uma linguagem inadequada e excesso de termos técnicos.

Assim, clicando sobre os números da coluna (verificar na figura 2 e 3) veremos os detalhes dos problemas de acordo com as prioridades do W3C.




O relatório completo da avaliação do site americanas.com se encontra disponível no link: http://goo.gl/kDGgb.

Analisando o relatório gerado pelo Hera do site americanas.com, de acordo com as três prioridades do W3C, conclui-se que o site precisa sofrer mudanças urgentes, principalmente em relação ao uso de animações sem uma descrição em forma de áudio e em relação ao uso excessivo de imagens para divulgar as suas promoções.


Conclusão


Analisando as figuras  4, 5, 6 e 7 podemos perceber que os sites de notícias estão melhores em questões de acessibilidade do que os sites de comércio eletrônico. O que de certa forma já era esperado, devido ao fato de serem sites preocupados com apelo do marketing digital que usam e abusam de imagens como forma de atrair os clientes, pois, acreditam que a boa imagem é mais importante que garantir a acessibilidade. Em nossa opinião é um erro, pois estima-se que 20% da população mundial tenha algum tipo de incapacidade e, portanto, esses sites estão perdendo milhares de clientes potenciais que poderiam efetuar suas compras on‑line, pois as barreiras físicas ainda são muitas no país que irá sediar uma competição mundial como as paraolimpíadas do Rio em 2016 e as ações para melhorar a acessibilidade ainda são tímidas.








Referências


Americanas.com. (s.d.). Acesso em 30 de Janeiro de 2013, disponível em Americanas: www.americanas.com.br

Benavídez, C. (2005). http://www.sidar.org/hera/index.php.pt. Acesso em 30-01-2013 de Janeiro de 2013, disponível em Revendo a Acessibilidade com Estilo: http://www.sidar.org/hera

Desenvolvedores Globo. (s.d.). Globo.com. Acesso em 30 de Janeiro de 2013, disponível em Globo: www.globo.com

Desenvolvedores Yahoo. (s.d.). Yahoo Notícias. Acesso em 30 de Janeiro de 2013, disponível em Yahoo: http://br.yahoo.com/

Efácil - Site de Compras. (s.d.). Acesso em 30 de Janeiro de 2013, disponível em Efácil:  www.efacil.com.br

Wendy Chisholm, G. V. (1999). Checklist of Checkpoints for Web Content Accessibility Guidelines 1.0" publicado no site do W3C. Acesso em 28 de Janeiro de 2013, disponível em Diretrizes de acessibilidade W3C:  http://www.maujor.com/w3c/clistcpointac.html