Revista Eletrônica está sendo editada pela PMU em parceria com a ESEBA/UFU e IFTM

postado em 5 de mai de 2015 11:33 por Andre Martins   [ 15 de jun de 2015 09:57 atualizado‎(s)‎ ]

Marta Fontoura Queiroz Cantuário, que está à frente da revista Conexões em Educação, conversou conosco sobre a publicação a ser lançada pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia e o Instituto Federal do Triângulo Mineiro com o intuito de disseminar trabalhos pertinentes à educação e abrangendo interlocuções com diferentes áreas, como a de: direitos humanos, linguagens, tecnologias aplicadas à educação, psicologia, além de divulgar de estudos e pesquisas voltadas para a educação que contribuam para a democratização do acesso aos saberes. Marta Fontoura é graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Uberlândia (1993); especialista em Docência Universitária pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo - Unasp (2004) e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Ela é concursada para o cargo de orientadora educacional na Prefeitura Municipal de Uberlândia, tendo trabalhado na coordenação da revista Educadora em Ação (ISSN 1809-2004).Atualmente, atua como formadora no Núcleo de Tecnologia e Educação na área de comunicação. 

Cemepe Informa: O que é a revista Conexões em Educação?

Marta Fontoura: A revista Conexões em Educação é uma revista eletrônica que vem sendo editada pela PMU por meio da SME em parceria com a ESEBA/UFU e o IFTM – Campus Uberlândia Centro.

Cemepe Informa: Por que a revista Conexões em Educação é editada em sistema de parceria?

Marta Fontoura: Porque, a Prefeitura Municipal de Uberlândia, por não ser uma instituição de ensino superior, suas publicações não recebem o qualis, que é um indicativo de qualidade de periódicos dos programas de pós-graduação, realizada pela Capes. Ao editar uma revista em sistema de parceria com a UFU e o IFTM, tendo a chancela da EDUFU, a revista terá o vínculo com instituições de ensino superior, passará por uma avaliação da Capes e terá qualis. Dentre os indicativos de qualidade, o A1 é o mais elevado, seguido de A2, B1, B2, B3, B4, B5 e C – que tem peso zero. Publicações em revistas com qualis contam pontos no currículo, daí a necessidade e importância de fazer uma revista em sistema de parceria.

 

Cemepe Informa: Como fazer para participar da revista Conexões em Educação?

Marta Fontoura: Há algumas maneiras de participar: a primeira delas é como autor de textos, para isso, é necessário submeter o texto à revista que, tem recebido as contribuições pelo endereço: pmurevista@gmail.com . Outras maneiras de participar são: fazendo parte do Conselho Editorial ou Consultivo da revista, como revisor de textos ou como parecerista.

Cemepe Informa: Quais são as modalidades de texto aceitas pela revista?

A revista recebe artigos científicos, relatos de experiência, resenhas (de obras recentes) e galerias, todos na área da educação.


Maiores informações sobre a revista  Conexões em Educação