Google Drive inspira curso de aprendizagem colaborativa

postado em 13 de mai de 2015 11:04 por Andre Martins   [ 15 de jun de 2015 10:20 atualizado‎(s)‎ ]
Núcleo de Tecnologia e Educação do Cemepe aposta em ferramentas gratuitas do Google Drive para ampliar o repertório pedagógico dos professores
Com o objetivo de buscar a qualidade e a eficiência no âmbito do direito de ensinar e aprender, o NTE desenvolveu e está 
https://plus.google.com/u/0/b/108078881326079216579/photos/108078881326079216579/albums/6148818490462756353
ministrando, em 2015, o curso  “Google Drive como ferramenta pedagógica: aprendizagem colaborativa” que aposta na  perspectiva do uso de ferramentas digitais de grande alcance.

De acordo com o projeto do curso, as tecnologias contemporâneas, cada vez mais, modificam nossa relação com o mundo e o nosso conceito de tempo/espaço, viabilizam novas formas produtivas e afetam profundamente a educação visto que estão presentes em muitas escolas, em seus diversos espaços como nos laboratórios de informática, nas salas de aula e com os próprios alunos (celulares, tablet), provocando transformações na forma de pensar, ensinar e aprender, constituindo-se em espaços de troca de experiências que podem contribuir para a construção de aprendizagens 

significativas.

Nesta perspectiva, os formadores do NTE analisaram que que o uso da plataforma do  Google Drive, possui várias ferramentas (aplicativos) que podem ser usados com fins pedagógico capazes de proporcionar experiências diferenciadas na forma de ensinar e de aprender. E, dessa forma, nos auxiliar em uma parceria na construção do conhecimento, servindo de suporte às atividades do professor.  

Algumas dessas ferramentas e o seu potencial que o curso explora são:

  • Google Docs (editor de textos e criação de textos compartilhados) onde o professor pode propor a criação de textos de forma colaborativa e compartilhado por uma equipe;
  • Planilha eletrônica que permite a criação de gráficos gerados a partir de tabelas, uso como banco de dados, pois permite o armazenamento de dados de forma organizada;
  • Apresentação de slides para a produção de conteúdos didáticos pelo professor, esquemas didáticos e resumos e produção e apresentação de trabalhos pelos alunos com o uso da edição compartilhada facilitando o trabalho colaborativo de grupos de alunos;
  • Formulário online, associado à planilha, constitui um meio simples e rápido de coletar informações, gerar apresentações gráficas e análises estatísticas de dados a partir de questionários, diagnoses e pesquisas, produzir testes e provas ou atividades que os alunos possam realizar de forma autônoma.

O Núcleo espera que com essa contribuição, os educadores possam explorar melhor a funcionalidade de tais aplicativos em benefício dos  alunos da rede municipal de ensino. Com esse intuito o coordenador do NTE e sua equipe esperam ampliar o repertório de dos profissionais da educação na perspectiva de um trabalho  criativo e colaborativo, valendo-se de recursos eficientes e acessíveis.

A primeira turma do curso já encerrou suas atividades e uma das participantes deu uma entrevista para nós falando um pouco sobre o que aprendeu. Ouça o relato completo na seção Publicações/Podcasts.