O visual que faz diferença

postado em 3 de dez de 2015 09:41 por Andre Martins   [ 11 de dez de 2015 09:21 atualizado‎(s)‎ ]
Destacamos nesta edição do boletim, o trabalho do Audiovisual do Cemepe, 
assumido com bastante competência, pelo professor de Educação Física, Gilberto Dummont. 

https://goo.gl/photos/YcqkxuBwuupsn3vs6

No início de 2013, Gilberto atuava no laboratório de informática da EM Odilon Custódio Pereira e participava dos encontros de formação continuada promovido pelo Núcleo de Tecnologia e Educação. Pelo reconhecimento do seu trabalho na escola, ele foi convidado para integrar a equipe do NTE, atuando nesse núcleo por alguns meses. Como, nesse período, o trabalho no audiovisual do Cemepe precisava ser dinamizado e a Universidade Aberta (UAB) necessitava de um profis

sional que assumisse a sua coordenação, o professor foi indicado pelo então coordenador do NTE, Cleber Ferreira de Oliveira, para assumir essas duas frentes de trabalho.

O trabalho do Audiovisual é um serviço de bastidores, mas de fundamental importância para todas as pessoas que, diariamente, circulam e trabalham nesse centro de estudos, exigindo do responsável conhecimento técnico, iniciativa, criatividade e habilidade para lidar com o público em geral. Aos poucos, Gilberto foi dando uma cara nova a um serviço que deve ser valorizado, principalmente por aqueles que dele precisam.


Porta das salas


Podemos dizer que hoje, no Cemepe, existe uma sinalização 
efetiva e que, dificilmente, alguém poderia ficar sem saber para onde se dirigir. A procura por informações no guichê da recepção (bem sinalizada), logo na entrada se tornou mínima, porque aos poucos as pessoas estão se habituando a consultar a agenda diária disponível na entrada e na rampa de acesso às salas do segundo piso.

As indicações das salas também estão bem visíveis em um localizador em uma das pilastras centrais do pátio. Além disso, há indicações da direção das salas em pilastras superiores (teto). Ao final da rampa de acesso ao piso superior, o visitante também encontra a indicação das salas de ambos os lados (direito e esquerdo). Todas as salas estão numeradas de forma padrão e aquelas destinadas a encontros e demais atividades de formação, estudo e pesquisa possuem um porta texto indicando a atividade que ali será desenvolvida.


Não é apenas a sinalização que mudou. Apesar do centro não contar com equipamentos atualizados (computadores, data show, serviço de som etc.), os equipamentos que temos estão sendo bem cuidados para atender à exigente demanda.  As agendas mensais e demais responsabilidades assumidas pelo setor do Audiovisual não são poucas, no entanto, têm sido todas solucionadas a contento.   

Esse setor possuía vários pontos de estrangulamento que comprometiam os encontros e que, de certa forma, foram resolvidos ou amenizados. Porém, o que o audiovisual do Cemepe carece é de uma valorização maior em termos de investimentos financeiros, de modo a reconhecer o empenho do professor que tem envidado esforços,  na medida do possível, para driblar a falta de recursos materiais do setor.