Geral


Cemepe realiza curso de Identificação de Vetores na ESTES/UFU

postado em 13 de abr de 2016 10:29 por Andre Martins   [ 4 de mai de 2016 12:44 atualizado‎(s)‎ ]


por Elisângela Rodrigues (NTE/Cemepe)

Imagens do curso

https://goo.gl/photos/hvzwWT8exX8F3Vvk6


Clique na imagem e veja mais fotos do curso

A Escola Técnica de Saúde (ESTES/UFU) ofereceu o curso "Identificação de Vetores”. Ministrado pela docente Elisângela de Azevedo Silva Rodrigues, professora formadora da área de Geografia do Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais (Cemepe/PMU). O curso foi realizado no dia 31 de março de 2016 das 14 às 17 horas no laboratório de Análises Clínicas, Campus Umuarama.

O objetivo do curso é apresentar noções básicas de biologia e morfologia do Aedes aegypti, Aedes albopictus, Culex e apresentar as principais estruturas de identificação larvária a nível laboratorial.

Participaram da formação estudantes professores dos cursos técnicos de Meio Ambiente, Controle Ambiental e do Instituto de Genética e Bioquímica da UFU.

Também estiveram presentes professoras da Rede Municipal de Ensino.

Terminais de consulta são instalados no pátio do Cemepe

postado em 6 de abr de 2016 10:51 por Andre Martins   [ 6 de abr de 2016 10:58 atualizado‎(s)‎ ]

por Elisângela Rodrigues

https://goo.gl/photos/qUF9L6XoiSFkVsXR6
A partir da iniciativa do professor Gilberto Drummond, responsável pelo setor Audiovisual, foram instalados dois computadores no hall de entrada do
Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais Julieta Diniz (Cemepe). Ele nos informou que a disponibilização dos terminais visa melhorar a comunicação entre cursistas e o Centro de Estudo por meio de consultas ao site da instituição. Assim, a partir do dia 28 de março, em caráter experimental, o uso dos equipamentos foi liberado e os mesmos podem ser usados pelos cursistas, pela comunidade, pelos professores municipais e demais profissionais da educação da Rede Pública Municipal de Uberlândia.

Os computadores disponibilizados estão com acesso à internet, principalmente para consultas à página do Cemepe na URL  http://cemepe.ntecemepe.com/. No site, encontramos; links para as páginas dos Núcleos do centro de formação, informações sobre a Rede Municipal pelo Direito de Ensinar e Aprender; os sites das Áreas que trabalham com o processo de Formação Continuada de Professores; informações e links para os sites das Escolas da Rede Municipal de Ensino; publicações do boletim informativo “Cemepe Informa”, a revista “Olhares & Trilhas” em parceria com a Eseba e Podcasts (entrevistas gravadas). Além disso, o site disponibiliza também: links para Eventos e Cursos, promovidos pelo Centro ou em parceria com outras instituições. Pelo pátio do Cempe circulam, anualmente, aproximadamente, 28 mil pessoas. Essa ação, com certeza, irá ajudar na divulgação do site do Cemepe, criando o hábito de acesso à página, e facilitando aos próprios cursistas às informações e, facilitando o processo de inscrições online para os cursos.

 

Profissionais da educação discutem sobre a Base Nacional Comum Curricular

postado em 30 de mar de 2016 04:52 por Andre Martins   [ 30 de mar de 2016 04:59 atualizado‎(s)‎ ]


Por Martha Fontoura

https://goo.gl/photos/7Bz7CXtHc8dDdXnV9
No dia 09 de março de 2016, os profissionais da educação do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, participaram de um seminário, promovido pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), para de discutir a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), proposta pelo MEC.

 No período da manhã, a Professora Mestre Gláucia Aparecida Vieira, coordenadora da política de formação da Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais e membro da comissão nacional da Base Nacional Comum, destacou o conceito de currículo e de base curricular, bem como apresentou os seus princípios, objetivos, áreas previstas e, principalmente, as formas de participação e sugestões de alterações no documento BNCC.

 A professora Gláucia informou que, no dia 15 de março, encerram-se as contribuições ou participação pública pelo portal http://basenacionalcomum.mec.gov.br/ que atualmente conta com mais de 12 milhões de contribuições. A elaboração da segunda versão da proposta será até o dia 15 de abril, sendo que os seminários serão realizados até maio deste ano. Na primeira semana de junho está previsto o envio dos relatórios dos seminários para o MEC e em julho será encaminhada a proposta de BNCC para o Conselho Nacional de Educação/MEC.

Ainda no período da manhã, após a apresentação da palestrante, os profissionais da educação que participaram do evento apresentaram, em plenária, algumas críticas ao documento proposto. No período da tarde os participantes tiveram atividades em grupos por área do conhecimento. Ao final do seminário, houve um momento de socialização, em que os grupos apresentaram as suas propostas e conclusões, as quais serão encaminhadas como contribuições ao portal do MEC.

1-3 of 3