Na Escola

Professora de informática elabora "quiz" educacional para projeto de Educação Física

postado em 24 de jun de 2016 09:27 por Andre Martins   [ 5 de jul de 2016 10:26 atualizado‎(s)‎ ]

O jogo foi construído a partir de uma atividade não presencial de formação continuada

https://drive.google.com/folderview?id=0BzphObcMk3NQR1F2ZXR5UHZ2NGs&usp=sharing

A professora de Educação Física, Idelma Pereira de Almeida, do turno manhã da Escola Shopping Park está desenvolvendo o Projeto “Jogos Olímpicos” com alunos do 2º ao 5º.

O projeto compreende vídeos e atividades de escrita e desenho em sala de aula.  Os alunos do 3º e 5º ano responderam questões usando a plataforma do Google Sala de Aula, uma plataforma 
disponível para qualquer usuário do Google Apps for Education, um pacote gratuito de ferramentas de produtividade que inclui o Gmail, o Documentos e o Drive.

Para colaborar com o projeto, a professora de informática educativa, Chirlly Cristine de Freitas, elaborou um "quiz" (jogo de perguntas), a partir de uma atividade não presencial de formação continuada (maio 2016) proposta pelo Núcleo de Tecnologia e Educação. Trata-se de um teste feito a partir do software Power Point. A atividade da professora Chirlly e várias outras estão compartilhada no site do NTE.

 





Nas Trilhas da Educação Digital

postado em 22 de jun de 2016 05:38 por Andre Martins   [ 24 de jun de 2016 09:20 atualizado‎(s)‎ ]

por Elisângela Rodrigues
Projeto de Formação Contínua em horário alternativo na própria escola atrai professores
https://drive.google.com/a/otaviobatista.com/folderview?id=0B4XRl45tm_7qbXhzODBmak5lOWM&usp=sharing
mais imagens


A EM Prof. Otávio Batista Coelho Filho realiza, em 2016, o Projeto de Formação Contínua com o tema “Nas Trilhas da Educação Digital: produzindo conteúdo”.  O curso é coordenado pelas professoras  Maria Rosalina Souza Pereira Miguel (NTE/Cemepe ) e Rosa Maria Pelegrini (EMPOBCF/SME). E conta  com a assessoria pedagógica e acadêmica da Professora Dra.  Aléxia Pádua Franco (FACED/CEAD/UFU).

A formação partiu das necessidades apontadas no Consolidado das Rodas de Conversa, no Projeto Político Pedagógico (PPP), nos Planos por Ano de Ensino (PAPAE), além das demandas do atendimento domiciliar a serem implantadas de acordo com a Resolução 41 do Conselho Nacional das Crianças e Adolescentes (CONANDA).


O objetivo dessa ação é realizar a formação continuada in loco para que a qualidade de ensino seja garantida com a produção de material didático adequado e a revisão das metodologias de ensino. O projeto procura, ainda, consolidar a utilização do Portal do Aluno por meio da plataforma Google Apps for Education que favorece a produção de material pedagógico digital e compartilhado como forma de incorporar a cultura digital na educação básica.


Para a realização do projeto a escola efetivou parceria com o NTE/Cemepe, o Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) e FACED/CEAD/UFU. Assim, professores das três instituições passaram a ministrar os encontros, realizados no laboratório de informática local para a equipe pedagógica no formato de Formação Continuada. A programação, divulgada no site da EM Prof. Otávio, contempla uma agenda que vai de abril a outubro de 2016 com atividades quinzenais às terças-feiras no horário das 18h às 20h.


Laboratório Itinerante

postado em 17 de jun de 2016 12:32 por Andre Martins   [ 22 de jun de 2016 05:42 atualizado‎(s)‎ ]

Por Elisângela Rodrigues

Laboratório de Ciências Itinerante do Cemepe visita escolas municipais

Estudantes do 6º ao 9º ano da EM Carlos Tucci, Zona Rural de Uberlândia, receberam, nesta segunda-feira, 16 de maio, uma aula diferente de Ciências.  A partir das 8 horas, na biblioteca da escola, os alunos da professora Daniela Beraldo participaram do projeto “Laboratório de Ciências Itinerante do Cemepe” que objetiva oferecer oportunidade de aprender um pouco mais sobre anatomia por meio dos modelos anatômicos do corpo humano (esqueleto, torso, olho, ouvido, coração). Os alunos puderam, também, ver células animais e vegetais ao microscópio.

O projeto foi idealizado pela bióloga e professora formadora da área de Ciências, Liliane Ribeiro da Silva. Segundo a formadora o projeto atende estudantes do 1º ao 5º ano. A ação existe há vários anos e muitas escolas como EM Shopping Park, EM Boa Vista, EM Professora Cecy Cardoso, EMEI Amanda Carneiro Teixeira e EMEI Professor Horlandi Violatti já foram atendidas pelo projeto. Qualquer escola da Rede Municipal de Ensino pode receber o projeto. Para isso, basta fazer a solicitação por meio de memorando aos cuidados da Diretora do Cemepe, a professora Iraídes Reinaldo.

1-3 of 3